12 de setembro de 2017

ânodo de sacrifício

a conta-gotas, no dia ímpar,
cinco pingos de zinco.
ora, se é dia par, mais cinco gramas de magnésio.
é ser leto aos poucos,
ou um bocado de tânatos.
para proteger e permanecer vivo: 
polo negativo.
e quando a eletricidade chega deste lado -
positivo, condutivo, maior e decomposto -
polo oposto do outro, atrativo da corrente.
há energia à companhia de íons
no tubo de descarga, e a água salgada
querendo iodar tudo o que for par,
vem corroer e renuncia, ó monovalente?
aquele lado que não precisa galvanizar,
aquela dissociação antiga e clássica
como o mar toma de cloreto de sódio
uns goles que afogam mitos,
uns toques do processo insólito
de que há partido todas as ligas
porque cargas fez-se eletrólito.